Ressonância Magnética: como é este exame?

shutterstock-1109624210

Cada dia mais comum na vida dos brasileiros, a ressonância magnética (RM) é um exame não invasivo, que fornece imagens detalhadas dos órgãos e tecidos do corpo. Uma ressonância magnética gera imagens em 3D, permitindo que sejam vistos vários ângulos do mesmo órgão, por exemplo, de frente, de lado ou de cima. Ela também consegue visualizar partes moles do corpo, difíceis de serem analisadas em outros exames de imagem.
O exame de RM pode ser solicitado por diversos motivos. Para diagnosticar alguns tipos de tumores e orientar o médico sobre a possibilidade de ser benigno ou maligno, por exemplo. Tumores cerebrais também podem ser visualizados na RM, assim como para procurar sinais de disseminação da doença. As Imagens de ressonância magnética também contribuem no planejamento do tratamento, tanto cirúrgico quanto radioterápico. Confira abaixo algumas informações sobre como é realizado esse importante procedimento.

Como se preparar para a ressonância magnética

Assim como em qualquer outro exame, alguns cuidados são necessários na hora de realizá-lo. Em geral, antes de um exame de ressonância magnética, você pode dar continuidade aos seus medicamentos usuais, a menos que o seu médico informe o contrário. Com relação à alimentação, pode ser solicitado jejum ou não, a orientação será fornecida no momento do agendamento.
No entanto, outros cuidados são necessários para o exame. Conforme explicado pela Mayo Clinic, na hora do exame, devem ser removidos objetos metálicos devido ao campo eletromagnético. Entre os objetos que devem ser retirados para a realização da ressonância magnética, estão:

  • Joias
  • Grampos de Cabelo
  • Òculos
  • Relógio
  • Perucas
  • Dentes postiços
  • Aparelhos auditivos
  • Sutiã com aros
  • Piercings

O tempo de duração do exame ressonância magnética costuma ficar em torno de 40 minutos. O exame é totalmente indolor.

Contraste

Em alguns casos, o médico pode solicitar o exame de ressonância magnética com contraste. Quando indicado, o paciente é informado e algumas perguntas de segurança são realizadas antes do exame a fim de identificar eventuais alergias. Pode ser necessário o uso de medicamentos antialérgicos como parte do preparo para o exame, de acordo com cada caso.
Vale dizer que o contraste utilizado para a ressonância magnética é o Gadolínio. Essa substância não contém iodo e tem menor potencial alergênico, ou seja, tem menos chances de causar alergias.
O contraste é ministrado através de um cateter intravenoso, geralmente em uma veia do braço, ou administrado por via oral.

Contraindicações

Em geral, o exame de ressonância magnética pode vir a ser contraindicado para pessoas portadoras de determinados dispositivos (como exemplo: implantes cocleares, próteses, clipes). Por isso, é fundamental informar o local do exame antes do procedimento.
A ressonância também costuma ser contraindicada para gestantes durante o primeiro trimestre. Exceções podem ser feitas, caso a caso, de acordo com a indicação médica e considerando a relação risco x benefício.
Além disso, recomenda-se que pessoas com tatuagens ou maquiagem definitiva recentes (com menos de um mês) não sejam submetidas ao exame, visto que pode haver aquecimento e irritação no local, em alguns casos.

Após a Ressonância Magnética

Caso a ressonância magnética seja realizada sem sedação, o paciente pode retornar às suas atividades habituais imediatamente após o exame. Nos casos de exame com sedação, é necessário ficar em observação até que o efeito sedativo passe e recomenda-se voltar para casa acompanhado, sem dirigir.
A interpretação da ressonância magnética deve ser realizada por um profissional especializado, o médico radiologista. O laudo do exame deve ser levado ao médico que fez a solicitação, para contribuir com o diagnóstico e a condução do tratamento.

Pacientes Claustrofóbicos

Caso o paciente seja claustrofóbico, pode ser necessário tomar um medicamento para relaxar durante a realização do exame. Todavia, não há com o que se preocupar. Apesar do paciente ficar sozinho na sala enquanto ocorre o exame (exceções são aplicadas caso a caso), um técnico acompanha do lado de fora e monitora tudo que acontece durante o exame. Além disso, o paciente é capaz de se comunicar com o técnico por meio de um botão de chamada. De todo modo, o paciente deve seguir as orientações recebidas no momento em que agendou o exame, diretamente com o médico que o atendeu.

Pacientes com Marcapassos e Outros Dispositivos

Antigamente, portadores de marcapasso e de outros dispositivos não podiam realizar o exame de ressonância magnética. Porém, essa realidade mudou bastante com o avanço da tecnologia na Saúde.
Atualmente, conforme publicado pela equipe de cirurgia cardiovascular Seu Cardio, a maioria dos dispositivos cardíacos é compatível com a ressonância magnética. No entanto, recomenda-se sempre informar o médico e o local do exame sobre o uso desses dispositivos para que sejam seguidos os protocolos de segurança.

Como é a ressonância magnética

Para a realização do exame, o paciente precisa deitar sobre uma mesa plana e estreita, onde o técnico colocará proteções e almofadas para o seu conforto. Essa proteção também serve para impedir qualquer movimento durante o exame. Depois que o paciente estiver devidamente posicionado, a mesa irá deslizar para dentro de um cilindro longo e estreito. É possível sentir a área de estudo do exame discretamente mais quente, porém não existem motivos para preocupação. Eventualmente, o paciente pode ouvir alguns sons em volume mais alto, o que é comum e faz parte do processo.
Durante a ressonância magnética, o profissional que conduz o exame pode pedir para o paciente prender a respiração ou manter algumas partes do corpo imóveis. Caso seja realizada uma ressonância magnética do tipo funcional, pode ser solicitado ao paciente que faça pequenas tarefas, como bater os dedos ou responder a perguntas simples. Essas atividades permitem detectar as partes do cérebro que controlam essas ações.
É recomendado que o exame de ressonância magnética seja realizado em laboratórios de saúde que possuem credibilidade e confiança. Se precisar, conte com o Labo! Realizamos o exame de ressonância magnética em várias unidades. 

Outras referências:

http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-39842008000400013
http://www.clinicaimagem.com.br/exames-e-procedimentos/ressonancia-magnetica/
https://www.hcor.com.br/hcor-explica/cardiologia/ressonancia-magnetica-grande-amiga-do-coracao/

Article by admin

Leave your comment